Devo fazer um Plano de Saúde completo ou co-participativo??

Para facilitar a adesão a um plano de saúde, decidimos criar alguns artigos citando dicas para contratação de plano de saúde, atendendo o perfil de cada pessoa.

Uma das questões que requer maior atenção, é decidir em fazer o plano de saúde completo ou co-participativo. O plano de saúde co-participativo no papel sempre é a melhor opção, porém a realidade nem sempre é essa. Pode ocorrer dois fatores para criar insatisfação.

  1. Utilizar o plano de saúde e não ter condições de pagar a fatura, devido ao acrescimo decorrente da co-participação, ou pagar e ter um desequilíbrio finaceiro.
  2. Deixar de utilizar o plano de saúde, receoso do pagamento das co-participações.

Antes de decidir, faça um pesquisa de mercado, existem muitos planos de saúde completos, com preço similiar a um plano co-participativo de outros planos de saúde.

Segue algumas orientação e dicas para definir qual será a melhor opção para o seu perfil. Se precisar de auxilio de um consultor, estaremos a disposição.

Na hora de decidir em fazer um plano de saúde, a maioria das pessoas decidem pelo o menor valor, sendo que, pagar menos nem sempre é sinal de economia. Vários planos de saúde possuem opção de plano completos e co-participavos, sendo que os planos co-participavo são mais em conta, porém são cobrados partipações em todos os procedimentos realizados.

Planos co-participavos

Os planos de saúde atualmente cobram có-participação em todos os procedimentos, divididos da seguinte maneira; consultas médicas (todas especialidades), exames simples, exames especializados e internações.

Consultas médicas – Será cobrado o valor por consulta, lembrando que o retorno no prazo de 30 dias não deverá ser cobrado co-participação.

Exames simples – Os exames simples são os que requer maior atenção, lembrando que os exames simples são cobrados por exame e não por coleta, se você fizer uma coleta de sangue, isso não quer dizer que irá pagar o valor referente a um exame, através de um coleta poderá ser feito vários tipos de exames, como por exemplo: hemograma, trigricerídios, Colesterol, Glicose, TSH, etc. Geralmente em um check-up básico é necessário fazer em torno de 10 a 15 exames simples.

Exames especializado – Os exames especializados são cobrados por exame e fica mais fácil controlar, caso precise por exemplo de uma tomografia computadorizada, será cobrado o valor referente a um exame especializado.

Internações – É o mesmo caso do exame especializado, será cobrado o valor da co-participação referente da internação, indiferente se a internação for de um dia ou dez dias. Os exames realizados em regime de internação não serão cobrados a co-participação.

Planos Completos

Não poderá ser cobrado nenhum tipo de co-participação.

Nessa hora o papel do consultor de vendas é fundamental, ele poderá te auxiliar qual a melhor opção dentro da sua necessidade.

Para as operadoras de planos de saúde a melhor opção sempre são os plano co-participavos, sendo que para o usuários, nem sempre essa é a melhor opção. Antes de decidir devemos analisar as seguintes questões;

No geral, a primeira coisa a fazer é colocar tudo na ponta do lápis, é importante colocar a diferença de custo mensal e multiplicar por doze (1 ano), ai teremos a “economia” em um ano. Após feito isso, temos que fazer uma estimativa de utilização de consultas rotineiras, check-up e até mesmo atendimento de urgência, faça as contas da co-participação que será pago.

Pronto, você já terá uma noção se vale a pena contratar um plano co-participativo. Se a diferença for considerável, vale a pena contratar um co-participavo, agora se a diferença for pequena, não convém correr o risco de gastar o um valor muito maior, sendo que a diferença da economia é fácil de fazer, mas não podemos prever o quanto iremos utilizar.

Segue algumas dicas para avaliação de contratação

  • Plano de saúde para crianças – Para crianças é inviável fazer o plano co-participavo, se formos analisar a diferença de custo entre os planos e os valores cobrados de co-participação, vamos observar que não vale a pena, principalmente para recém nascidos e crianças até 10 anos, no qual a tendência de ultização é bem maior.
  • Plano de saúde para homens – A natureza dos homens é ir menos ao médico, claro que sempre tem suas excessões, para esse tipo de caso a melhor opção é o plano co-participavo.
  • Plano de saúde para mulheres – As mulheres são mais cuidadosas e utilizam o plano de saúde com mais frequência para fazer os exames preventivos, com isso será necessário fazer os cálculos, pegando como base as utilizações dos anos anteriores, no geral, caso não tenha nenhum outro problema de saúde e não esteja programando engravidar, vale a pena fazer o plano co-participativo.
  • Plano de saúde familiar – Quanto maior o valor do plano de saúde, maior será a diferença de custo, se nenhuma pessoa da familiar tiver com problema de saúde, com certeza a melhor opção vai ser o plano co-participativo. Dica – se tiver um filho recém nascido, faça o plano completo para o mesmo.

Obs.: Caso a melhor opção seja o plano co-participativo, não seja pego de surpresa, mantenha uma reserva prudente para eventuais gastos. O importante em ter um plano de saúde, é utilizar sempre que precisar e fazer um check-up regularmente, mantendo essa reserva nunca você deixar de utilizar seu plano de saúde por possível gastos adicionais.

29comentrios para “Devo fazer um Plano de Saúde completo ou co-participativo??”

  1. mario disse:

    boa noite gostaria de saber sobre seguro bradesco empresarial minha esposa quebrou o braço e fez uma cirugia urgencia apos 10dias e a empresa onde eu trabalho me coprou 500 reais co participaçao isso esta correto e agora para retirar os pinos do braço pediu mas 60 reais gostaria de uma resposta obrigado .

  2. Lucineia Leite disse:

    GOSTARIA DE SABER SE NÃO EXISTE MAIS PLANOS COMPLETOS ESTOU MORANDO EM GOIÁS AQUI SÓ UNIMED ELES ALEGAM QUE SÓ TEM PLANOS COOPARTICIPATIVO TENHO UMA CRIANÇA DE 3 ANOS EU ACHO QUE NÃO VALAE A PENA

  3. Deni disse:

    Um plano co-participativo pode cobrar tudo em apenas uma fatura?

    O meu plano é deste fevereiro e até hj só veio uma vez e agora vieram todas as co-partipações em um único boleto para janeiro, de 263,00 que eu pago todo mês, veio 848,00.

    Isso é certo, já liguei e pedi para parcela e me disseram que não parcelam.
    obg.

  4. Anonimo disse:

    Existe alguma regulamentação, que impeça a cobrança de co participação de gestantes e recém nascidos?

  5. Carmen,

    Favor ligar na Unimed e confirmar essa informação. Geralmente existe coparticipação para estes procedimentos.

  6. Carmen disse:

    Meu plano é Unimed com cooparticipaçao em caso de câncer precisa pagar cooparticipaçao de quimioterapia e radioterapia?;__,;

  7. Jose Carlos Moreno disse:

    Faço parte de um ´plano de saude de aposentados da Goodyear GPP. O reajuste desne ano foi de 27% e do ano passado de 46% com base no indice de sinistralidade. Podemos contestar esse tipo de reajuste? Para uma idéia em Jan/2008 eu pagava 668,00 para mim e minha mulher, hoje pagamos R$1.973,00 e vai para R$2.500,00. Nao cabe nenhuma medida judicial??/Absurdpo e roubo!
    Grato pela ajuda
    Jose Carlos aposentado

  8. Enio disse:

    Pessoal,
    Meu conselho é que não façam plano médico participativo, infelizmente os planos de saúde vão cobrar até o gaze o mercurio o frasco de soro, então com certeza o plano completo é mais seguro, pelo menos vc sabe quanto e o que vai pagar neste caso somente a fatura mensal do Plano.
    Agora no outro caso se vc tiver um improviso e improvisos na vida é o que mais acontece, como aconteceu com meu filho que ficou internado mais nde 1 mes e depois mais 6 meses para andar e ai foi de médico atras de médico,hospitais, fisioterapia, curativos e dai pergunto como se paga ba conta astronomica.
    Conselho por experiência própria fique com o plano completo não faça o participativo.
    Enio

  9. Adriana,

    Se você esta insegura, o ideal é que você contrate um plano de saúde individual. No caso dos planos MPEs, os reajustes são com base na sinistralidade, e o contrato poderá ser cancelado unilateralmente por ambas as partes.

    Se você residir em Minas Gerais, poderemos te ajudar nesta escolha.

  10. Adriana disse:

    Oi. Gostaria de um esclarecimento sobre os reajuste dos planos PME. Gostaria de fazer um porque é mais barato que o individual, mas tenho receio de que os reajustes e a sinistralidade acaber tornando o plano inviável a longo prazo, ou ainda que o plano descredencie a minha empresa, caso a utilização seja se torne alta por alguma doença imprevista. Existe alguma norma que resguarde as PMEs destes riscos? Como funcionam as regras?

  11. vanderson jose dos santos disse:

    queria saber o preso e quais os hospitais que atende em bh para pessos acima de 60 anos.

  12. laura disse:

    Ola,fiz um plano co-participativo da medial,porém minha duvida é,qnd eu utilizar o convenio devo levar o dinheiro e pagar na hora ou recebo um boleto em casa?

  13. Edilson disse:

    Ola Boa tarde,

    Minha noiva fez um plano de co-participação da Unimed de Itajaí-SC., no qual ela paga 50% do valor do custo do procedimento, até o limite de R$ 87,00.

    No início deste ano ela descobriu câncer no seio. Ocorre que, em seu tratamento, a Unimed, em suas faturas cobra um monte de valores fracionados. Ex.: cada seção de quimioterapia que ela faz, é cobrado três tipos de medicamentos diferente, e mais uns 10 tipos de taxas na forma de materiais.

    Desta forma, as faturas dela está vindo por mês, o valor médio de R$ 1.800,00 , para cada quatro seção de quimioterapia.

    Acredito que está nítido que a Unimed fraciona em vários valores um mesmo procedimento.

    Pergunto, a Unimed pode em uma seção de quimioterapia fracionar este procedimento em vários itens, cobrando assim mais de dez valores diferentes para uma única seção.

    Sds
    Edilson

  14. elza isabel da silva disse:

    Eu Elza Fui excluida do meu plano de saúde injustamente porém omo neste pais não há justiça adquiri novo plano q é a Amil porém está dficil de pagar pqe o q ganho é muito pouco sou sozinha n tenho outra fonte de renda e preciso muito de um plao de saúde o q fazer.

  15. Márcio,

    favor nos enviar o seu contato ou nos ligar o quanto antes, para verificarmos a possibilidade de aproveitamento de carências.

  16. marcio disse:

    trabalho na fiat fui mandado embora gostaria de continuar com o plano de saude ,quantocustaria para mim(unimed)

  17. Sergio,

    infelizmente não podemos atende-lo, pois comercializamos planos de saúde somente em Belo Horizonte e Interior de Minas Gerais.

  18. SERGIO ROSA disse:

    TENHO UM FILHO DE 5 MESES E GOSTARIA DE FAZER UM PLANO COMPLETO, POREM TENHO DUVIDAS DE QUAL O MELHOR PLANO P/ CRIANÇAS LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO O CUSTO/BENEFICIO.PENSEI EM AMIL, UNIMED ,ASSIM OU GOLDEM CROSS.MORO EM CAMPO GRANDE NO RJ E GOSTARIA DE INFORMAÇÕES/ORIENTAÇÕES.DESDE JA AGRADEÇO.

  19. Boa Tarde Marcos!

    A empresa desconta as coparticipações em folha?

    Se descontar, você pode declarar tranquilamente, pois, a coparticipação é um gasto complementar e pode ser declarado no imposto de renda, juntamente com o valor do plano de saúde, no entanto, as coparticipações e a mensalidade do plano de saúde, são cobradas na mesma fatura.

  20. marcos disse:

    ola, tenho um plano de saude co participativo no qual a empresa paga uma parte, gostaria de saber se posso declarar o que pago ao i.r. e se este valor pode ser restituido???
    grato

  21. Dione,

    Não existe nenhuma lei que obrigue as empresas pagarem o plano de saúde para os seus funcionários, salvo em caso de dissídio coletivo.

    Os planos de saúde individuais são mais caros que os empresariais, sabendo disso e visando beneficiar seus funcionários, muitas empresas permitem que os funcionários contratem um plano de saúde, desde que o mesmo seja pago integralmente pelo funcionário. Isso não deixa de ser um benefício, mesmo a empresa não participando nas mensalidades.

  22. Anonima disse:

    A empresa que trabalho tem convenio c/ Unimed Paulistana onde pago mensalidade valor R$ 60,00 + co participação no exame R$ 30,00 consulta simples R$ 10,00 pronto socorro R$ 20,00 cada, gostaria de saber se e legal se a empresa pode cobrar os dois, mensalidade e co participação porque se for fazer as contas da p/ pagar convenio particular.

  23. Nayla,

    não existe um prazo para esta cobrança, geralmente demora entre 2 a 3 meses para chegar na fatura.

    Segue o exemplo do processo de cobrança de coparticipações;

    Se você fez uma consulta no dia 05/04/2010
    - O médico, hospital ou clinica enviará o relatório de atendimento no inicio do proximo mês.
    - O plano de saúde cadastra todos os procedimentos no seu sistema
    - O plano de saúde Emite a fatura

    O faturamento ocorre em torno de 20 dias antes do vencimento, com isso, se o seu vencimento é todo dia 05, o faturamento ocorre por volta do dia 15.

    Resumindo, você fez a consulta dia 05/04, o relatório foi enviado no inicio de 05/2010, se o cadastramento ocorrer até o dia 15, o valor será cobrado em 05/06/2010, se for depois do dia 15/05, será cobrando na mensalidade de 05/07/2010, isso quando o médico não demora para enviar o relatório.

  24. Nayla disse:

    Olá.
    Por favor, me esclareçam uma dúvida?
    Qual o prazo que o plano de saúde tem pra nos cobrar o valor da co-participação? Por exemplo: se eu uso o plano hoje, eles podem vir a cobrar esse uso após um ano?
    Obrigada!

  25. Rota Seguros disse:

    Fernando,Não comercializamos este plano de saúde, mas algumas informações posso te passar.O plano de saúde Confiança é um plano de saúde ambulatórial, ele cobre somente consultas em algumas especialidades e alguns tipos de exames de rotina. O sócio do plano Confiança é sócio do hospital RG.Que eu saiba é uma empresa idonia, a questão é saber se a cobertura oferecida irá te atender.Se precisar de mais alguma coisa é só me falar.Rodrigo Otávio

  26. Fernando José disse:

    estou verificando o plano de saúde confiança saúdeque fica na rua pará de Minas padre Eustáqui do Hospital RG,para contratar, tem rede própia hospital e clinicas/laboratório. Podem me informar se é OKFernando José fernando.jpm@hotmail.com

  27. Anonymous disse:

    queiria saber quais os planos de saude no rio de janeiro que existem com co-participativoe aqueles que saem mais baratos sem co-participação por cooperativas ou sindicatos que existem no mercado. Obrigadaenviar por favor resposta para:jorgeluismendonca@gmail.com

  28. Rota Seguros disse:

    Boa Tarde!Os valores das co-participações são pre definidas pelos planos de saúde, com isso cada plano tem a sua co-participação.Se tiver alguma duvida, favor nos ligar ou fazer um novo comentário incluindo o seu e-mail, o seu e-mail não será publicado.Rodrigo Otávio

  29. Anonymous disse:

    Gostei das informações. Porém gostaria o valor de cada consulta. É cobrado pela tabela Amb?Atencionsamente anônimo.

Deixe um comentrio